Aplicações distribuídas modernas onde processadores são embarcados e interconectados em rede para monitorar e controlar processos físicos no mundo real (Cyber-Physical Systems - CPS) demandam modelos semânticos para análise, raciocínio e atuação no ambiente. Devido à intrínseca complexidade da maioria dos CPS (por exemplo, Sistemas de Transporte Inteligentes ou de Saúde), um grande problema é o tamanho e complexidade da ontologia associada e o fato de ainda não existirem modelos semânticos e técnicas de raciocínio escaláveis que sejam capazes de deduzir novo conhecimento de forma eficiente e tolerante a falhas, o que por sua vez é necessário para implementar a reatividade instantânea e confiável de CPS a eventos do ambiente físico. Para tratar deste problema, este projeto de cooperação irá desenvolver modelos semânticos, mecanismos e algoritmos para o processamento tolerante a falhas de fluxos de eventos e o processamento de fluxos de informação semântica (Fluxos Semânticos), tomando-se como baseo Processamento de Eventos Complexos (CEP) e RDF (um modelo de conhecimento baseado em grafo). Na abordagem proposta, o tempo desempenha um papel central no estabelecimento da relação entre eventos mais básicos e os fluxos semânticos podem ser derivados em um processo de dois estágios a partir dos eventos básicos e da consulta a uma base de conhecimento. Essa base de conhecimento também pode ser enriquecida com fatos que venham a ser derivados a partir deste processamento.

 

Instituições Executoras:

Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro

Universidade Federal do Maranhão

University of Stuttgart

 

Equipe do Projeto:

 

Markus Endler (PUC-Rio) - Coordenador 

Kurt Rothermel (University of Stuttgart) - Coordenador

Edward Hermann Haeusler (PUC-Rio)

Jean-Pierre Briot (PUC-Rio)

Francisco José da Silva e Silva (UFMA)

 

Financiamento:

CAPES, Programa DAAD PROBRAL