Grades computacionais têm se firmado como alternativa
atraente para execução de aplicações que demandam grande poder
computacional e como forma de integração de recursos computacionais
existentes em diferentes domínios administrativos. Contudo, o
dinamismo das aplicações e da infra-estrutura que compõe a grade, sua
alta escalabilidade e heterogeneidade inviabilizam a intervenção de
agentes humanos na realização de tarefas como configuração, manutenção
e recuperação em caso de falhas. A necessidade de se prover maior
autonomia aos sistemas de grade compreende um dos maiores desafios
para a nova geração destes ambientes computacionais. O principal
objetivo deste projeto de pesquisa é o desenvolvimento e incorporação
de mecanismos de computação autonômica ao middleware de grade
Integrade, de forma a reduzir a necessidade de intervenção humana em
aspectos relacionados à configuração e administração do ambiente de
execução em grade provido por esta infra-estrutura de software. Em
particular, pretende-se investigar mecanismos de auto-otimização
baseados em técnicas de escalonamento adaptativo de aplicações..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) .

Integrantes: Francisco José da Silva e Silva - Coordenador / Alexandre
César Tavares Vidal - Integrante.
Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e
Tecnológico - Auxílio financeiro.